Por Jim Drury LONDRES (Reuters) - Parte dos tripulantes da British Airways anunciou uma greve de três dias depois que as negociações entre sindicato e administração fracassaram, deixando o governo britânico com uma grande dor de cabeça semanas antes de eleições gerais.

A greve começa no sábado e provavelmente irá atrapalhar os planos de viagem de milhares de pessoas. A situação é embaraçosa para o primeiro-ministro Gordon Brown, porque o sindicato Unite, que organizou o movimento, é o maior financiador individual de seu Partido Trabalhista.

Brown, que anteriormente chamou a greve de "injustificável e deplorável", exigiu que ela seja cancelada.

Enquanto isso, os trabalhadores ferroviários votaram uma greve contra os cortes de empregos e mudanças nas práticas trabalhistas, aumentando a ameaça de uma primeira greve nacional do setor ferroviário em 16 anos. Não há, no entanto, uma data para o ato.

O Partido Trabalhista, que está em desvantagem nas pesquisas de opinião antes das eleições previstas para 6 de maio, tem fortes laços com os sindicatos que remontam à sua fundação, em 1900. O diretor político do Unite, Charlie Whelan, foi porta-voz de Brown.

O secretário-geral do Unite, Tony Woodley, disse a repórteres que os tripulantes da British Airways envolvidos no protesto entrariam em greve a partir desta meia-noite por três dias e, novamente, de 27 a 30 de março, quando começam as festividades da Páscoa.

A companhia pretende economizar 62,5 milhões de libras (95 milhões de dólares) por ano para ajudar a compensar a queda na demanda, a volatilidade nos preços dos combustíveis e o aumento da concorrência com as empresas de baixo custo.

Alguns tripulantes, incluindo aqueles que trabalham em voos de longa distância a partir do aeroporto de Gatwick, em Londres, e todos os voos do terminal menor de London City, não participarão do movimento, uma vez que já concordaram com as mudanças propostas pela companhia.

A British Airways espera transportar ao menos 60 por cento dos passageiros com voos reservados entre 20 e 22 de março, depois de ter treinado funcionários adicionais para dar cobertura.

(Reportagem adicional de Kylie MacLellan e Keith Weir)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.