Trinta pessoas são detidas por protestos violentos na China

Pequim, 20 nov (EFE).- Trinta pessoas foram detidas por supostamente liderar protestos por causa do despejo de uma área de casas na cidade de Longnan, no noroeste da China, nas quais houve 70 feridos, informou hoje a agência oficial Xinhua.

EFE |

Os manifestantes enfrentaram a Polícia no fim de semana passado com todo tipo de objetos, colocaram fogo no edifício do Governo local e queimaram 11 veículos que estavam estacionados nas imediações.

Os protestos começaram porque as autoridades expropriaram as casas de 30 famílias com a idéia de conseguir que o distrito no qual ficavam conseguisse o título de município, mas depois o Governo local mudou seus planos e o plano urbanístico não foi adiante.

Segundo informações oficiais, os protestos foram "colocados sob controle" e "se restabeleceu a ordem social" em Longnan. EFE abc/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG