Washington, 18 fev (EFE).- Um tribunal de apelações cancelou hoje a ordem de libertação de 17 muçulmanos chineses detidos na base americana de Guantánamo, emitida por um juiz de uma corte federal.

EFE cma/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.