Tribunal romeno descarta fraude nas eleições e confirma vitória de Basescu

Bucareste, 14 dez (EFE).- O Tribunal Constitucional da Romênia rejeitou hoje o recurso de impugnação do segundo turno das eleições presidenciais apresentado pelo Partido Social Democrata (PSD) e confirmou como vencedor o atual chefe do Estado, Traian Basescu.

EFE |

Segundo anunciou a corte em comunicado, seus membros descartaram por unanimidade todas as reivindicações do PSD, que denunciou que o processo foi fraudulento, e deram validade, assim, aos resultados do pleito, realizados no dia 6.

Pouco antes do anúncio, o Escritório Eleitoral Central entregou ao Tribunal Constitucional os resultados da revisão dos 138 mil votos que tinham sido declarados nulos e cuja apuração tinha sido ordenada pela corte.

Mais de 2 mil dessas cédulas foram validadas, deixando um resultado de 1.260 a favor de Basescu e 987 para seu rival, o social-democrata Mircea Geoana.

Logo após da divulgação da decisão do Tribunal Constitucional, o líder do PSD aceitou o parecer da corte e desejou sorte a Basescu, mas insistiu em suas acusações.

"As suspeitas de fraude nestas eleições perseguirão a Romênia e nossa democracia nos próximos anos", declarou Geoana, que pediu a criação de uma comissão de investigação parlamentar sobre o pleito.

O PSD tinha qualificado de fraude a derrota de seu candidato, ao qual Basescu derrotou com 50,3% dos votos e com apenas 70 mil cédulas de diferença.

O partido apresentou à Justiça diversas provas da suposta fraude e solicitou a repetição das eleições. EFE mg/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG