Tribunal rejeita recusa a juíza apresentada por advogados de Berlusconi

Roma, 17 jul (EFE).- O Tribunal de Apelação de Milão rejeitou hoje a recusação apresentada pelos advogados do primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, contra Nicoletta Gandus, a juíza do processo no qual o premiê é acusado de corrupção, informaram fontes judiciais.

EFE |

A decisão foi tomada pela 5ª Seção do Tribunal de Apelação, que desprezou a recusa apresentada pelo advogado de Berlusconi, Nicolo Ghedini, que tinha alegado, segundo as mesmas fontes, uma "grave hostilidade" da juíza em relação ao político.

Os juízes basearam a sentença, segundo as fontes, em que as críticas da juíza eram dirigidas "não à pessoa, mas à política, especialmente a judicial, da qual o recusador assume a paternidade".

Segundo os juízes, não há nada no comportamento de Gandus que induza a pensar que trate Berlusconi com receio.

Nicoletta Gandus tramita o processo sobre o suposto pagamento de 580.000 euros de Berlusconi ao advogado britânico David Mills para que falsificasse seus testemunhos em dois julgamentos realizados em 1997 e 1998 contra o empresário, e dos quais foi absolvido. EFE JL/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG