Tribunal proclama Ricardo Martinelli vencedor de eleições no Panamá

Panamá, 6 mai (EFE).- O Tribunal Eleitoral do Panamá proclamou hoje oficialmente presidente eleito do país o empresário Ricardo Martinelli, vencedor das eleições gerais do último domingo e que encabeçou uma coalizão de oposição.

EFE |

O magistrado presidente do Tribunal, Erasmo Pinilla, divulgou os dados oficiais da Junta Nacional de Apuração, que, após 100% das urnas contabilizadas, concedeu à Aliança pela Mudança, do novo chefe de Estado, um total de 952.333 votos.

Segundo os dados contidos nas 40 atas eleitorais de todo o país, 1.586.427 votos foram considerados válidos, de 1.636.508 emitidos, o que representa 73,99% de participação, com base em um censo de 2.211.261 habitantes.

A Junta anulou 30.976 votos e 19.105 pessoas optaram por votar em branco.

Balbina Herrera, candidata da aliança governista Um País Para Todos, integrada pelo PRD, pelo Partido Popular (PP) e pelo Partido Liberal (PL, conservador), obteve 597.227 votos (37,59%).

O ex-presidente Guillermo Endara (1989-1994), candidato à Presidência pelo Vanguarda Moral da Pátria (VMP), recebeu 36.867 votos (2,34%).

As eleições também serviram para compor a nova Assembleia. Do total de votos, 37 foram para o Aliança pela Mudança.

A aliança governista obtém 23 cadeiras; 1 do PP, e o PL não obteve nenhum e ainda resta definir oito cadeiras. EFE fa/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG