Tribunal processa 4 ex-militares ligados a Pinochet por desvio de dinheiro

Santiago do Chile, 20 mar (EFE).- A Corte de Apelações de Santiago ratificou hoje os processamentos de quatro ex-militares pelo crime de desvio de recursos públicos, na investigação que busca esclarecer a origem da fortuna do ex-ditador Augusto Pinochet, informaram fontes judiciais.

EFE |

A Quinta Sala confirmou de maneira unânime os processos dos coronéis retirados Gustavo Collao, Eugenio Castillo Cádiz, Gabriel Vergara e Juan Mac-Lean, que são investigados pelo juiz Manuel Valderrama, encarregado do caso.

A investigação pretende determinar a origem de mais de US$ 26 milhões que Pinochet mantinha em contas secretas no Riggs Bank dos Estados Unidos e em outras entidades financeiras do exterior.

Desse valor, US$ 20 milhões aparecem sem justificativa legal, de acordo com a investigação judicial, pelo que o juiz ordenou o embargo dos bens como medida de precaução.

Todos os processados ocuparam cargos de confiança durante o regime militar e existem presunções fundamentadas para atribuir a eles algum grau de participação na manipulação do dinheiro que Pinochet mantinha fora do país. EFE ac/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG