Rabat, 19 fev (EFE).- O tribunal de Apelação de Salguei, no Marrocos, confirmou ontem à noite a condenação a dez anos de prisão ao marroquino Hicham Ahmidan, por participar dos atentados terroristas de 11 de março de 2004 em Madri, informou hoje a agência de notícias MAP.

Ahmidan tinha sido condenado a essa mesma pena, em 4 de dezembro, pelo tribunal de Apelação em um julgamento de primeira instância.

O acusado, sobre o qual pesava uma ordem de detenção internacional emitida em 26 de abril de 2004 pela Audiência Nacional espanhola, foi detido nesse mesmo ano e condenado a cinco anos de prisão por tráfico de drogas.

A promotoria o acusava de participar dos atentados através da prestação de ajuda a seus autores e apresentou como provas os restos de DNA e as pegadas do acusado que a Polícia espanhola encontrou em uma casa e em quatro carros utilizados pelos terroristas. EFE hm/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.