Tribunal iraniana condena feminista a seis meses de prisão e 10 chicotadas

O Tribunal Revolucionário de Teerã condenou uma terceira feminista, Nahid Jafari, a una pena condicional de seis meses de prisão e a 10 chicotadas, informa o jornal reformista Etemad.

AFP |

"O tribunal liberou minha cliente das acusações de colocar em risco a segurança nacional e de transgressão de uma ordem dada pela polícia, mas a considerou culpada de tentativa de alteração da ordem pública", declarou a advogada Zohreh Arzani.

A pena inclui uma condicional de dois anos.

Jafari foi presa em março de 2007 ao lado de outras 32 feministas diante do Tribunal Revolucionário de Teerã, onde seis ativistas seriam julgadas pela participação em um congresso em junho de 2006.

A jornalista Nasrin Afzali e Marzieh Mortazi Langueroudi já haviam recebido as mesmas penas.

As feministas iranianas realizam uma campanha para obter igualdade de direitos no casamento, divórcio, herança e custódia dos filhos.

sgh/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG