Sana - Um tribunal de cassação iemenita confirmou nesta terça-feira (29) as penas de prisão contra quatros membros da Al Qaeda condenados antes a três anos de prisão por planejar atentados contra turistas estrangeiros, informaram fontes judiciais.

As fontes afirmaram que Tawfiq al-Faquih, Maz al-Zud e Nabil Sarihi foram condenados a três anos de prisão, enquanto o quarto acusado, identificado como Ismael Arrab, cumprirá uma condenação de dois anos e meio.

O presidente do tribunal também ordenou que os quatro processados, de idades entre 20 e 22 anos, não poderão sair de suas províncias após libertados, até que fique provado que abandonaram qualquer intenção de se envolver em ações terroristas.

Os quatro terroristas foram detidos em novembro de 2007 durante uma campanha de segurança lançada no leste do país.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.