Tribunal Eleitoral revisará apuração em Manágua

O Conselho Supremo Eleitoral (CSE) da Nicarágua anunciou nesta quarta-feira que fará uma revisão das atas de votação da eleição municipal em Manágua, onde a Frente Sandinista, do presidente Daniel Ortega, obteve uma questionada vitória.

AFP |

"Vamos revisar os resultados das Juntas (eleitorais) e compará-los aos da oposição. Revisaremos as 2.107 Juntas Receptoras de Votos (JRV)" que funcionaram no domingo passado na capital da Nicarágua, disse o presidente do CSE, Roberto Rivas, em entrevista coletiva.

Rivas destacou que a revisão ocorrerá apenas em Manágua, "como um gesto adicional", e sem afetar os resultados em outros 146 municípios do país, a maioria conquistados pela Frente Sandinista (FSLN, esquerda).

A oposição não reconhece os resultados oficiais das eleições municipais de domingo passado, e exige a recontagem dos votos na presença de observadores independentes, nacionais e internacionais.

"Não aceitamos os resultados eleitorais devido às inúmeras anomalias e irregularidades. Vamos solicitar formalmente uma revisão completa dos votos e das atas de votação" disse na véspera o porta-voz do Partido Liberal Constitucionalista (PLC), Leonel Teller.

O secretário do Parlamento, o liberal Wilfredo Navarro, advertiu que se não houver uma recontagem dos votos, seu partido paralisará todas as instituições do Estado onde tem representantes, incluindo o Poder Judiciário, o Tribunal Eleitoral e a Procuradoria, entre outros.

jr/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG