Tribunal do Zimbábue anunciará amanhã decisão sobre apuração das eleições

Harare, 6 abr (EFE).- A Justiça do Zimbábue divulgará amanhã sua decisão sobre um pedido apresentado pela oposição para que sejam divulgados rapidamente os resultados das eleições presidenciais do dia 29 de março, informaram hoje fontes jurídicas.

EFE |

O pedido foi realizado hoje diante do Tribunal Superior de Harare pelo opositor Movimento para a Mudança Democrática (MDC), que pede sua vitória nas últimas eleições, as mais disputadas da história do país.

No final da audiência realizada hoje, o magistrado Tendai Uchena afirmou, após ouvir os argumentos da oposição, do Governo e das autoridades eleitorais, que a decisão será anunciada amanhã às 10h (5h de Brasília).

Apesar de a Comissão Eleitoral já ter divulgado as informações da apuração das eleições parlamentares que aconteceram ao mesmo tempo que as presidenciais não deu nenhum resultado destas últimas.

A oposição anunciou na última quarta que, segundo o cômputo das informações fixadas nas atas eleitorais colocadas nos arredores dos centros de votação, ganhou votos suficientes no pleito presidencial sem necessidade de ir para um segundo turno.

O MDC afirmou que seu candidato presidencial, Morgan Tsvangirai, obteve 50,3% dos votos, e atribuiu 43,8% dos votos ao presidente Robert Mugabe, no poder desde a independência do país, em 1980.

A audiência judicial foi realizada após o periódico governamental "Sunday Mail" informar hoje que o partido governante pediu à Comissão Eleitoral que "reconte e audite" todas as atas eleitorais das eleições.

A publicação disse que os erros detectados em quatro jurisdições, nas quais estão em jogo centenas de votos, prejudicam Mugabe. EFE sk/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG