Istambul, 30 jul (EFE).- O Tribunal Constitucional da Turquia rejeitou hoje por um voto ilegalizar o governante Partido da Justiça e o Desenvolvimento (AKP), acusado pela Promotoria de atividades antilaicas.

EFE Amu/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.