Tribunal australiano autoriza eutanásia em tetraplégico

Sydney (Austrália), 14 ago (EFE).- Um tribunal da Austrália autorizou hoje um homem tetraplégico de 49 anos a recorrer à eutanásia.

EFE |

A Suprema Corte do estado da Austrália Ocidental decidiu que os responsáveis pelo asilo em que Christian Rossiter vive poderão parar de alimentá-lo e que não enfrentarão por isso problemas com a Justiça.

Rossiter, em uma declaração lida por sua advogada, diz que não pode realizar suas "funções humanas mais básicas", como secar as lágrimas do rosto.

O tetraplégico, que nas últimas semanas concedeu várias entrevistas à imprensa local, se define como um homem ativo, um "escalador" preso em um corpo imóvel.

Os cuidadores de Rossiter vão parar de medicá-lo, alimentá-lo e hidratá-lo através de um tubo conectado diretamente ao estômago, como vinham fazendo até agora.

O último desejo do australiano é receber analgésicos e poder ver televisão em paz. EFE mg/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG