Tribos paquistanesas decidem criar milícia para combater insurgentes

Islamabad, 27 nov (EFE).- Várias tribos da região paquistanesa conflituosa de Bajaur, na fronteira com o Afeganistão, decidiram hoje formar uma milícia local de 20.

EFE |

000 homens que terá a missão de alcançar a paz na região, informou a emissora "Geo TV".

Segundo a fonte, a decisão foi tomada em uma grande jirga (conselho tribal) de 800 líderes das tribos de Salarzai, que também decidiu criar postos de controle com voluntários armados em diferentes áreas do distrito.

O conselho tribal também decidiu incendiar as casas dos insurgentes, forçá-los a abandonar a região junto com seus familiares e impor a eles uma multa de dois milhões de rúpias (cerca de 25.600).

O Exército realiza uma operação em Bajaur desde o princípio de agosto na qual já morreram cerca de 2.000 insurgentes e quase uma centena de soldados, segundo fontes militares.

Os combates obrigaram cerca de 300.000 pessoas a abandonarem a região.

Há algumas semanas, alguns aldeões começaram a formar pequenas milícias locais para lutar contra os insurgentes, embora também tenham sido vítimas de vários atentados por fomentarem estas iniciativas.

Bajaur é a área mais ao norte das sete que formam o conflituoso cinto tribal fronteiriço com o Afeganistão, um território que nunca esteve sob completo domínio do Estado.

Segundo fontes do Exército, os insurgentes, entre eles muitos estrangeiros, consolidaram uma fortificação neste distrito durante os últimos anos, chegando inclusive a construir extensas redes de túneis conectados sob a terra. EFE igb/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG