Tribos iemenitas iniciam negociações para libertar reféns alemães

Sana, 15 dez (EFE) - Membros de tribos iemenitas iniciaram hoje os contatos com o clã armado que seqüestrou no domingo três alemães no oeste do Iêmen, para que sejam libertados o mais rápido possível, segundo fontes da embaixada alemã em Sana.

EFE |

As fontes explicaram à Agência Efe que os seqüestradores querem pressionar o Governo para que liberte três dos membros da tribo, que estão nas mãos das autoridades iemenitas.

Por outro lado, fontes de segurança do Iêmen informaram que os reféns são um especialista da Agência de Cooperação alemã e seus pais, que estavam de férias no país.

O Governo alemão não quis confirmar a informação por respeito à intimidade dos seqüestrados e suas famílias.

As fontes disseram que as forças de segurança iemenitas já foram à área montanhosa situada ao leste de Sana, onde supostamente estão retidos os reféns.

Além disso, afirmaram que os seqüestradores pertencem a um clã ligado à tribo Bani Thabyan.

O seqüestro aconteceu em uma cidade localizada cerca de 130 quilômetros ao sudoeste da capital. EFE ja/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG