Tribo indonésia pede US$ 30 bi em indenização a mineira americana

Jacarta, 7 ago (EFE).- Uma tribo da província de Papua, na Indonésia, processou a mineira americana Freeport e exigiu uma indenização de US$ 30 bilhões por explorar suas terras, informa hoje o jornal Jakarta Globe.

EFE |

Cerca de 90 membros da etnia Amungme acusaram a gigante mineira de causar "danos sustentados" a sua comunidade durante quatro décadas ao saquear os recursos de suas terras, onde fica a maior mina de ouro do mundo.

"Entre 1969 e 2009, nossa terra foi explorada e nós não recebemos uma proporção justa da riqueza gerada", assegurou Titus Natkime, advogado da tribo, perante um tribunal de Jacarta.

A tribo assegura possuir os 2,6 milhões de hectares de terra onde a mina está instalada e criticaram que o contrato assinado em 1967 entre a Freeport e o Governo da Indonésia não tenha contado com sua aprovação.

Segundo eles, a tribo nunca recebeu o US$ 1 milhão anual de compensação prometido em princípio pelo Governo.

A tribo aproveitou também para acusar a empresa americana de deslocar a população local e de receber apoio do Exército para assuntos particulares. EFE jpm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG