Jerusalém, 8 jan (EFE).- Trezentos palestinos com passaportes estrangeiros foram retirados hoje da Faixa de Gaza, onde os bombardeios israelenses se intensificaram, no 13º dia de ofensiva.

"Cerca de 300 pessoas, palestinos com passaportes estrangeiros ou dupla nacionalidade, estão saindo de Gaza pela passagem fronteiriça de Erez", confirmou à Agência Efe o porta-voz do Exército para a coordenação com os territórios palestinos, Peter Lerner.

Os palestinos foram levados de ônibus da Cidade de Gaza até o posto fronteiriço pelo Comitê Internacional da Cruz Vermelha e, deste local, foram conduzidos a Jerusalém.

Desde o início da ofensiva, mais de 700 palestinos morreram e cerca de 3 mil ficaram feridos, enquanto nove israelenses morreram, seis deles militares, e dezenas foram feridos devido ao fogo das milícias palestinas.

Ontem à noite, o Exército israelense intensificou sua ofensiva com bombardeios maciços na região de Rafah, que tinham como objetivo destruir dezenas de túneis utilizados pelas milícias para se abastecer a partir do Egito. EFE aca/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.