Treze talibãs mortos e 92 toneladas de drogas apreendidas no Afeganistão

Treze talibãs foram mortos nesta sexta-feira no sul do Afeganistão durante novos ataques durante uma operação conjunta das Forças Armadas afegãs e da Otan que levou à apreensão de uma grande quantidade de drogas, anunciaram fontes militares americanas.

AFP |

O registro de rebeldes mortos desde o início desta operação chega assim a 47, indicou um comunicado do Exército americano. Os ataques começaram na terça-feira em Marja, a quarenta quilômetros de Lashkar Gah, capital da província de Helmand.

As forças afegãs e da coalizão liderada pelos Estados Unidos apreenderam no total 92 toneladas de drogas, acrescenta o comunicado, indicando que a apreensão de ópio foi uma das maiores efetuadas até hoje.

A província de Helmand, onde milhares de soldados britânicos estão mobilizados, é a principal província produtora de ópio do país, que representa mais de 90% da produção mundial.

A maior parte deste ópio é transformada em heroína no Afeganistão e depois enviada para os mercados europeus, asiáticos e do Oriente Médio.

Produtos químicos utilizados para fabricar bombas, assim como armas também foram encontrados durante a operação, indica ainda o comunicado.

Segundo as autoridades afegãs, o tráfico de drogas feito no ano passado rendeu para os talibãs cerca de 100 milhões de dólares, que eles usaram para comprar armas.

O almirante norte-americano Michael Mullen declarou na quinta-feira, durante uma audição no Congresso, que a luta contra o tráfico de entorpecentes é crucial para enfraquecer os talibãs e seus aliados insurgentes.

Entretanto, ressaltou que esta luta travada pelas forças armadas estrangeiras no Afeganistão há cerca de oito anos, "não registrou quase nenhum êxito".

br/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG