Treze insurgentes e 1 soldado morrem em combates no Paquistão

Islamabad, 23 jan (EFE).- Pelo menos 13 supostos insurgentes e um oficial do Exército morreram em combates registrados nas últimas 24 horas em uma área tribal paquistanesa, informou hoje à Agência Efe uma fonte militar.

EFE |

Um grupo de fundamentalistas atacou ontem à noite um posto das forças de segurança na área de Ferozkhel, pertencente à região tribal de Orakzai, causando a morte de um militar e ferindo três soldados, segundo a fonte.

De acordo com esta versão, o Exército respondeu ao ataque e abateu "entre 13 e 15" supostos insurgentes.

As forças de segurança paquistanesas têm atualmente frentes abertas contra a insurgência em seis das sete demarcações que integram o conflituoso cinturão tribal na fronteira com o Afeganistão.

Na região do Waziristão do Norte, as autoridades têm, por enquanto, acordos de não agressão com os principais líderes talibãs da região, mas ontem foram registrados alguns confrontos esporádicos, segundo a fonte, que não deu mais detalhes.

Os Estados Unidos, que lançam frequentes ataques com aviões não tripulados no Waziristão do Norte, pediu a Islamabad que estenda sua ação militar a este distrito, onde se refugiam grupos talibãs tanto afegãos quanto paquistaneses e membros da rede Al Qaeda, mas o comando militar descartou recentemente lançar novas operações.

"Não se trata de uma estratégia para pressionar os Estados Unidos. É uma realidade clara. Calculamos que precisamos de entre seis meses e um ano para consolidar todas as frentes abertas", disse hoje à Agência Efe o porta-voz do Exército paquistanês, Athar Abbas.

EFE igb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG