Três terroristas, uma criança e três agentes morrem em operação em Cabul

Cabul, 30 abr (EFE).- Pelo menos três supostos terroristas e uma criança, assim como três membros dos serviços de inteligência, morreram hoje em um tiroteio e uma explosão durante o cerco das forças de segurança afegãs a uma casa do oeste de Cabul, informou uma fonte policial.

EFE |

O chefe dos serviços de inteligência afegãos, Amerullah Saleh, disse em entrevista coletiva que as vítimas fatais na casa em questão, entre eles uma mulher, estavam diretamente relacionados ao atentado frustrado do domingo passado contra o presidente afegão, Hamid Karzai.

O ataque, no qual três pessoas morreram, foi cometido quando Karzai presidia um desfile militar, atentado que foi reivindicado depois pelos talibãs. O presidente afegão saiu ileso do incidente.

Durante a operação de hoje, as forças de segurança cercaram a casa onde estavam os supostos terroristas e pediram que se entregassem, mas os rebeldes atiraram contra os policiais, causando a morte de três agentes, acrescentou Saleh.

Após o tiroteio, as forças de segurança explodiram a casa, as quatro pessoas que estavam dentro do local morreram.

Segundo a fonte, a mulher que morreu - que não tem nacionalidade afegã - planejava cometer um atentado suicida, enquanto os outros dois suspeitos tinham a intenção de utilizar a criança em um ataque dessas mesmas características.

Outros oito insurgentes foram detidos por oferecer armas aos responsáveis pelo atentado contra Karzai, em outra operação desenvolvida no leste da capital.

Saleh acrescentou que, neste momento, está ocorrendo uma terceira ofensiva no sudeste de Cabul, sem dar mais informações a respeito.

EFE lo/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG