Três supostos membros da Al-Qaeda são detidos no Iêmen

SANAA - As forças de segurança do Iêmen detiveram três supostos membros da Al-Qaeda, feridos durante uma operação de busca de um líder desta organização em Sana, que ainda está foragido, anunciou nesta quarta-feira o Ministério do Interior iemenita.

iG São Paulo |

Os detidos são seguranças e familiares do terrorista Mohammed Ahmed al-Hanaq, chefe da Al-Qaeda na zona de Arhab, e que foram capturados em um hospital na localidade de Al-Raida, na província de Amran, afirmou o ministério, em seu site.

Fontes governamentais iemenitas desmentiram nesta quarta-feira as informações divulgadas hoje sobre a detenção de Hanaq .

Fontes de segurança disseram que a localidade de Beit al-Hanaq, onde Hanaq estaria escondido, está cercada desde segunda-feira passada.

O Ministério do Interior afirmou também em seu site que outras quatro pessoas foram detidas por colaborar na transferência para um hospital dos três supostos membros da Al-Qaeda detidos.

O governo de Sana intensificou recentemente sua campanha contra a Al-Qaeda, depois que, em 25 de dezembro, um nigeriano, treinado no Iêmen, tentou atacar um avião com destino aos Estados Unidos. A Casa Branca atribuiu a trama do atentado fracassado ao braço da rede terrorista Al-Qaeda no Iêmen.

* Com EFE e AFP

Leia também:

Leia mais sobre Iêmen

    Leia tudo sobre: iêmen

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG