Islamabad, 5 jul (EFE).- Pelo menos três membros das forças de segurança paquistaneses morreram e vários insurgentes foram detidos nas últimas 24 horas no Vale de Swat, onde o Exército realiza uma ofensiva em grande escala contra os talibãs, informou hoje o comando militar.

Em comunicado, o comando paquistanês afirmou que três soldados morreram e outros quatro ficaram feridos em um tiroteio com os "terroristas" na área de Kotah.

As tropas desenvolveram várias ofensivas em diferentes pontos da demarcação de Swat, no norte do Paquistão, e em outros distritos próximos, onde um número indeterminado de insurgentes foi detido e os militares apreenderam armas, munição e material para a fabricação de explosivos.

Segundo uma fonte de segurança, citada pelo canal privado "Geo TV", um estreito colaborador do mulá Fazlullah - líder dos talibãs de Swat -, identificado como Abu Jandal, morreu em um bombardeio na área de Qambar, onde as tropas tinham encontrado intensa resistência.

O porta-voz militar paquistanês Athar Abbas reconheceu à Agência Efe esta semana que o Exército está encontrando "focos de grande resistência" na operação em Swat e em outras zonas adjacentes, onde, desde o final de abril, as tropas mataram 1,6 mil fundamentalistas, segundo cálculos militares. EFE igb-mb/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.