Três soldados dos EUA morrem em ataque no Paquistão

Um porta-voz do Exército do Paquistão confirmou nesta quarta-feira que três soldados dos Estados Unidos morreram em um atentado com explosivos no noroste do país.

iG São Paulo |

Segundo o major-general paquistanês Athar Abbas, um soldado dos EUA também ficou ferido na explosão desta quarta-feira, que ocorreu perto da fronteira com o Afeganistão.

Segundo a versão de vários veículos de imprensa paquistaneses, o grupo se dirigia para a localidade de Madian para assistir à inauguração de um centro educativo.

O ataque ocorreu por volta das 11h15 locais (4h15 em Brasília), quando uma bomba que estava na estrada explodiu quando o comboio passava.

A potente explosão destruiu pelo menos três veículos e danificou gravemente a escola. Parte da estrutura desabou, deixando presas dezenas de estudantes entre os escombros.

P resença dos EUA no Paquistão

O ataque, que matou pelo menos outras quatro pessoas e feriu 70, chama a atenção para a presença de tropas dos Estados Unidos em território do Paquistão, num momento em que o sentimento antiamericano sobre violações da soberania é muito alto.

Os militares americanos estavam na região como parte de uma missão para treinar integrantes da brigada paramilitar que cuida da fronteira entre Paquistão e Afeganistão. A brigada paramilitar que ocupa a fronteira entra em constantes conflitos com a Al-Qaeda e militantes taleban.

Estados Unidos e autoridades paquistanesas raramente falam sobre o programa de treinamento promovido por tropas mericanas com medo de uma possível reação negativa da população.

Setores da imprensa paquistanesa têm realizado uma campanha antiamericana nos últimos meses, que fez as autoridades paquistanesas ainda mais receosas na associação com os Estados Unidos.

O Pentágono reconheceu que estrategistas e técnicos militares estão envolvidos na formação e treinamento do Exército paquistanês, mas afirmou que esses militares não estavam envolvidos em combate.

Leia mais sobre Paquistão

    Leia tudo sobre: paquistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG