São Paulo, 21 jan (EFE).- Pelo menos três pessoas morreram nos deslizamentos de terra causados pelas fortes chuvas que caíram em São Paulo e provocaram um caos no trânsito da cidade, informaram hoje as autoridades.

O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) de São Paulo decretou estado de emergência em vários bairros das zonas Sul e Oeste da cidade e confirmou a morte em deslizamentos de terra de um homem de 75 anos, de uma mulher de 70 e de uma menina de dez.

A menina foi resgatada com vida junto a outras três crianças, mas morreu quando era atendida em um centro hospitalar de São Bernardo do Campo, na região metropolitana de São Paulo.

Os órgãos de socorro procuram pelos pais da criança e outras duas pessoas que foram levadas pela enchente.

As marginais Pinheiros e Tietê, principais vias da cidade e passagem obrigatória para o trânsito intermunicipal, apresentavam 49 pontos inundados pelo transbordamento dos rios, segundo a CGE.

Os principais túneis urbanos também sofreram inundações e o nível de água cobriu vários veículos que passavam por eles.

Desde o início de dezembro, as chuvas causaram 50 mortes na capital paulista, cidade com 17,5 milhões de habitantes em sua região metropolitana e que passa por frequentes inundações. EFE wgm/sa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.