Três pessoas ateiam fogo contra o próprio corpo em Pequim

PEQUIM (Reuters) - Três pessoas atearam fogo contra o próprio corpo no centro de Pequim na quarta-feira, informaram a mídia estatal e uma testemunha. A polícia afirmou que eles foram à capital para fazer reclamações pessoais. Os três atearam fogo contra o carro em que estavam, pouco antes das três das 15h (horário local).

Reuters |

Uma testemunha viu "algum tipo de instrumento incendiário" explodir, quando a polícia tentou abrir a porta do carro, que tinha três grandes bandeiras chinesas no teto.

O departamento de Segurança Pública Municipal de Pequim disse em um comunicado enviado por fax que os passageiros estavam em um carro que não tinha placa de Pequim e foram parados pela polícia, que achou o carro estranho. O comunicado não descreveu o incidente como auto-flagelação.

"Quando eles avançaram para examinar o carro, o interior pegou fogo, mas foi apagado com sucesso", disse o comunicado. Dois dos passageiros, uma mulher e um homem, foram hospitalizados.

Um homem de 59 anos ficou seriamente queimado, com ferimentos na garganta e na cabeça, publicou a agência Xinhua na quarta-feira. A mulher, 58, pode ter alguns de seus dedos amputados.

A sessão anual do parlamento nacional chinês começa na semana que vem e muitos chineses descontentes com o regime vão à capital nesta época, para reclamar da corrupção ou de terras, empregos e investimentos perdidos.

O comunicado não especificou se os passageiros eram tibetanos ou uigures, duas minorias ameaçadas pelas autoridades na China. O ano novo tibetano acontece nesta quarta-feira e Pequim aumentou a segurança nas áreas tibetanas, a fim de evitar revoltas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG