Três parques naturais atingidos por incêndios em Portugal

País sofre com focos de incêndio desde o fim de julho; por enquanto, fogo não atingiu zonas habitadas

AFP |

Vários incêndios espalhados por fortes ventos avançavam nesta quarta-feira em três parques naturais do norte e do centro de Portugal.

AFP
Bombeiro apaga incêndio em parque de Lindoso, norte de Portugal (10/08/2010)
Segundo a Defesa Civil, 28 incêndios considerados significativos se encontram ativos e mais de 1,5 mil bombeiros estão mobilizados em todo o país. Vários focos dados por controlados na noite de terça-feira se reativaram na manhã desta quarta-feira por culpa dos ventos.

No parque de Peneda-Gerês (noroeste), única zona natural classificada como parque nacional em Portugal, mais de 250 bombeiros, 70 veículos e cinco helicópteros estavam mobilizados contra três incêndios, informou a Defesa Civil em seu site.

Outros focos foram registrados no parque natural de Sierra da Estrela (centro) e no parque natural de Montesinhos, na região de Bragança (nordeste).

Desde o final de julho, Portugal sofre uma onda de incêndios alimentados pelo forte calor. Cerca de 18 mil hectares de florestas arderam desde o começo de agosto, principalmente no norte e no centro do país, ou seja, quase tanto quanto nos sete primeiros meses do ano.

O fogo, que por enquanto não atingiu zonas habitadas, provocaram a morte de dois bombeiros nesta semana.

    Leia tudo sobre: portugalincêndio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG