Três novos cosmonautas vão se juntar à tripulação da Estação Internacional

Três cosmonautas vão decolar na próxima quarta-feira do cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, para a Estação Espacial Internacional (ISS), cuja tripulação permanente passará a ter pela primeira vez seis pessoas, o que permitirá explorar plenamente suas capacidades tecnológicas e científicas.

AFP |

Às 10H34 GMT, um foguete Soyuz decolará do cosmódromo russo situado no centro do Cazaquistão levando a bordo o belga Frank De Winne, o canadense Robert Thirsk e o russo Roman Romanenko.

Durante esta missão, que durará seis meses, Frank De Winne, de 48 anos, se tornará o primeiro comandante europeu da ISS, que em 2008 foi ampliada com dois laboratórios, o europeu Columbus e o japonês Kibo.

Também pela primeira vez todos os parceiros da ISS (Estados Unidos, Rússia, Europa, Japão e Canadá) estarão representados simultaneamente no maior laboratório de microgravidade do mundo.

Membro há nove anos da equipe de astronautas da Agência Espacial Europeia (ESA), De Winne será um dos dois astronautas a participar do acoplamento à Estação do cargueiro japonês HTV-1 dentro de alguns meses.

bfi/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG