Três navios da Marinha brasileira se juntam à busca de avião

Rio de Janeiro, 1 jun (EFE).- Três navios da Marinha brasileira se juntaram hoje às operações de busca do Airbus A330-200 da Air France que desapareceu com 228 pessoas a bordo sobre o Oceano Atlântico quando voava entre o Rio de Janeiro e Paris, informaram fontes oficiais.

EFE |

Um navio patrulha partiu do Rio Grande do Norte, já que as buscas estão concentradas a cerca de 565 quilômetros de distância do litoral desse estado, segundo o Centro de Comunicação Social da Marinha.

Também se deslocam para a região uma corveta que estava na base naval de Maceió e outra que se encontrava na base naval de Salvador, esta última com um helicóptero a bordo.

As buscas começaram na madrugada de hoje com aviões da Força Aérea Brasileira (um Hércules C-130, um P-95 Bandeirante de patrulha marítima e o Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento), que partiram da base de Recife.

Segundo um comunicado da Força Aérea Brasileira, o avião fez seu último contato com os controladores brasileiros às 22h33 de Brasília, quando estava a 565 quilômetros de Natal, para informar que aproximadamente uma hora depois entraria no espaço aéreo do Senegal.

De acordo com a nota, 15 minutos depois desse último contato e quando voava "normalmente a 35 mil pés de altitude e uma velocidade de 840 km/h", o avião saiu da área de alcance do radar de Fernando de Noronha.

A FAB relatou que a companhia aérea informou na manhã de hoje que o voo chegou a enviar "uma mensagem para a companhia informando problemas técnicos na aeronave (perda de pressurização e falha no sistema elétrico)".

Na aeronave, que tinha decolado na noite do domingo do Rio de Janeiro, viajavam 216 passageiros e 12 tripulantes, segundo a companhia aérea francesa. EFE cm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG