Três insurgentes morrem após se infiltrar na Caxemira a partir do Paquistão

Nova Délhi, 8 nov (EFE).- Três supostos insurgentes que tinham se infiltrado na Caxemira indiana a partir de território paquistanês morreram esta madrugada em um confronto com soldados indianos, informou hoje um porta-voz do Exército da Índia.

EFE |

A infiltração ocorreu na área de Dhok, no distrito caxemiriano de Poonch, segundo uma fonte militar citada pela agência "PTI".

Ao perceberem o cruzamento pela "linha de controle" que separa provisoriamente a Caxemira indiana da paquistanesa, os soldados indianos começaram um tiroteio com os infiltrados.

"Três militantes morreram no tiroteio, enquanto um soldado ficou levemente ferido", disse à agência "Ians" o brigadeiro Gurdeep Singh, que acrescentou que o enfrentamento ocorreu a 200 metros da linha fronteiriça, em solo indiano.

A fonte acrescentou que o Exército realizou uma operação de rastreamento para encontrar um quarto integrante do grupo infiltrado, que afirmou serem membros do Lashkar-e-Toiba, o principal grupo armado separatista da Caxemira indiana.

A Índia e o Paquistão disputam a Caxemira, um território povoado por uma maioria muçulmana, desde a independência e partilha de ambos os países, em 1947.

A região é separada por uma "linha de controle" que serve como fronteira provisória desde a década de 70. EFE ja/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG