Três funcionários da ONU morrem em atentado suicida no Afeganistão

Um motorista e dois médicos afegãos da ONU morreram e quase 20 pessoas ficaram feridas em um atentado suicida talibã neste domingo na província de Kandahar, ao sudeste do Afeganistão.

AFP |

Além disso, quatro policiais morreram e dois foram seqüestrados pelos talibãs na região central do país, e um soldado britânico morreu em uma explosão no sul do país, informaram as autoridades afegãs.

"Esta manhã, um comboio de veículos da ONU foi atingido em Spin Boldak por um carro-bomba em um ataque suicida. Três pessoas do comboio morreram", anunciou a missão da ONU no Afeganistão (UNAMA) e a Organização Mundial da Saúde (OMS).

"As pessoas que morreram no comboio são um motorista da UNAMA e dois médicos que trabalhavam para a OMS combatendo a pólio no Afeganistão", afirma um comunicado, que acrescenta que vários pedestres ficaram feridos na explosão.

O ataque, que aconteceu perto da fronteira com o Paquistão, foi reivindicado pelos talibãs.

bur/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG