Três funcionários da ONU e seis criannças morrem em explosões no Afeganistão

Um motorista e dois médicos afegãos da ONU morreram e quase 20 pessoas ficaram feridas em um atentado suicida talibã neste domingo na província de Kandahar, ao sudeste do Afeganistão.

AFP |

Em outra tragédia, seis crianças morreram e 12 ficaram feridas, algumas delas com gravidade, na explosão de uma bomba que haviam encontrado em uma estrada na região central do Afeganistão.

"Ao que parece era uma bomba colocada na estrada para atingir os soldados e as crianças a desenterraram e começaram a brincar com ela", declarou o secretário do distrito de Andar, na provícia de Ghazni, Abdul Rahim Daisi Wal.

Mais cedo, os funcionários das Nações Unidas haviam sido vitimados em um atentado.

"Esta manhã, um comboio de veículos da ONU foi atingido em Spin Boldak por um carro-bomba em um ataque suicida. Três pessoas do comboio morreram", anunciou a missão da ONU no Afeganistão (UNAMA) e a Organização Mundial da Saúde (OMS).

"As pessoas que morreram no comboio são um motorista da UNAMA e dois médicos que trabalhavam para a OMS combatendo a pólio no Afeganistão", afirma um comunicado, que acrescenta que vários pedestres ficaram feridos na explosão.

O ataque, que aconteceu perto da fronteira com o Paquistão, foi reivindicado pelos talibãs.

Além disso, o domingo também foi marcado pela morte de quatro policiais e o seqüestro de outros dois pelos talibãs na região central do país. Um soldado britânico morreu em uma explosão no sul do país, informaram as autoridades afegãs.

bur/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG