Três ex-presos de Guantánamo são enviados à Arábia Saudita

O departamento de Justiça dos Estados Unidos anunciou nesta sexta-feira que três sauditas que estavam detidos na prisão americana de Guantánamo, em Cuba, foram transferidos para um campo de prisioneiros na Arábia Saudita, onde serão submetidos a um programa de reabilitação.

AFP |

Khalid Saad Mohammed, Abdalaziz Karim Salim Al Noofayai e Ahmed Zaid Salim Zuhair tiveram sua transferência aprovada após a revisão de todos os casos de prisioneiros de Guantánamo ordenada pelo presidente, Barack Obama, informou o departamento de Justiça em um comunicado.

Os três detentos já haviam sido "previamente aprovados para transferência pela administração anterior" do presidente George W. Bush, segundo o comunicado.

O traslado dos três detentos eleva a nove o número de presos removidos de Guantánamo esta semana, para países como Chade, Bermudas e Iraque.

Obama ordenou em 22 de janeiro passado o fechamento, no prazo de um ano, da prisão de Guantánamo, símbolo dos excessos da "guerra contra o terrorismo" lançada por George W. Bush (2001-2009) após os atentados de 11 de setembro de 2001.

O polêmico centro de detenção foi aberto em 2002 e tem hoje 230 prisioneiros.

ao/ap/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG