Três explosões deixam 7 feridos em Bangcoc

Sete pessoas ficaram feridas, nesta quarta-feira de manhã (hora local), em Bangcoc, em três explosões diferentes, uma delas ocorrida no aeroporto internacional, onde os manifestantes antigovernamentais bloquearam 3.000 passageiros, informaram as autoridades.

AFP |

Um responsável pelos serviços médicos de emergência de Bangcoc confirmou que uma explosão foi registrada no aeroporto internacional de Suvarnabhumi, fechado após a invasão, na terça à noite, dos manifestantes, ao término do segundo dia de protestos que têm como objetivo forçar a renúncia do governo.

"Pelo menos duas pessoas ficaram feridas por um artefato explosivo em Suvarnabhumi, esta manhã", declarou à AFP Petpong Kamchornkitkarn, um dos responsáveis pelos serviços médicos.

Dois canais de TV tailandeses anunciaram que uma granada lançada contra os ativistas provocou a explosão, deixando três feridos.

Pelo menos 3.000 pessoas estavam retidas no aeroporto internacional, que foi fechado de forma indeterminada e a atividade, totalmente suspensa.

Os passageiros não podem deixar o terminal, já que as estradas que levam ao aeroporto foram bloqueadas por membros da Aliança do Povo pela Democracia (PAD), principal coalizão da oposição, que convocou os protestos.

Há vários meses, os opositores multiplicam suas ações de pressão sobre o governo, que classificam de "corrupto".

Quase que simultaneamente, três pessoas ficaram feridas por uma granada lançada contra os manifestantes que estão no antigo aeroporto de Don Mueang, na capital tailandesa, onde o governo instalou escritórios provisórios, devido à ocupação, em 26 de agosto, do complexo onde funcionam os serviços do premier.

Outras três pessoas ficaram feridas, em paralelo, nesta quarta, por duas granadas lançadas no meio de uma multidão de partidários do governo na estrada que leva a Don Mueang. Nesse local, confrontos entre grupos a favor e contra o governo deixaram 11 feridos na terça-feira.

ask-dk/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG