Bogotá, 23 abr (EFE).- Três equatorianas foram detidas hoje pela Polícia da Colômbia no departamento de Nariño (sudoeste), acusadas de transportar uma carga de explosivos para as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), informaram fontes oficiais.

As detidas, naturais da localidade equatoriana de Otavalo e cujos nomes não foram divulgados pelas autoridades, viajavam em um táxi de Ipiales, localidade fronteiriça com o Equador, para o porto de Tumaco, no litoral do Pacífico (700 quilômetros ao sudoeste de Bogotá).

A Polícia acrescentou que a detenção aconteceu em uma reserva no município de Piedrancha (Nariño).

Informantes assinalaram às autoridades que as três equatorianas eram supostas colaboradoras da frente número 29 das Farc.

Segundo a Polícia da Colômbia, os explosivos seriam utilizados em atentados contra a Polícia e contra torres de energia elétrica em Nariño. EFE gta/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.