Três dias de violência étnica matam pelo menos 38 mortos em Karachi

Islamabad, 1 dez (EFE).- Pelo menos 38 pessoas morreram e mais de uma centena ficaram feridas na cidade paquistanesa de Karachi em diversos episódios de violência de caráter étnico-político suscitados na noite do sábado passado e que ainda continuam, informaram hoje as televisões locais.

EFE |

Segundo o canal "Geo TV", um grupo de homens armados matou hoje cinco pessoas no bairro Orangi da metrópole financeira paquistanesa, ao mesmo tempo que em outros pontos da cidade dúzias de veículos foram incendiados e continuaram sendo registrados ataques a propriedades públicas e privadas.

Nos primeiros dois dias, foram incendiados 50 comércios e mais de 60 veículos.

O Governo provincial de Sindh ordenou o desdobramento de paramilitares e da Polícia nas regiões das cidades afetadas pela violência e decretou o dia de hoje como feriado em todas as escolas públicas.

Além disso, as forças de segurança têm ordem de disparar contra os homens armados, segundo a Polícia.

O primeiro-ministro paquistanês, Yousef Razá Guilani, qualificou de "sérios" os distúrbios e pediu ao Ministério do Interior um relatório nas próximas horas, de acordo com um comunicado de seu escritório divulgado ontem à noite. EFE igb/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG