Três corpos são encontrados após captura de criminosos no norte do México

Mexicali (México) - As autoridades mexicanas encontraram os corpos de três pessoas em um prédio de Mexicali, no norte do México, que se presume foram assassinadas por um grupo de 15 supostos integrantes do Cartel de Sinaloa detidos esta semana, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

Os corpos, entre os quais aparentemente se encontra o de um policial municipal que tinha desaparecido há dois meses, foram descobertos nas imediações do aeroporto internacional de Mexicali, pertencente ao estado noroeste de Baixa Califórnia.

O achado dos cadáveres, que já foram exumados, foi possível graças à detenção, na sexta-feira, do criminoso identificado como Víctor Serrano em San Luis Rio Colorado, no estado de Sonora, também no norte do México, e de 14 de seus companheiros em Mexicali um dia antes.

Presume-se que o grupo criminoso controlava o tráfico de drogas para os Estados Unidos por San Luis Rio Colorado, Sonora capital e Mexicali - todas elas localidades do norte mexicano -, e levava a cabo também seqüestros e homicídios pagos.

O Cartel de Sinaloa é considerado um dos mais ativos e sanguinários do país, junto com o do Golfo.

Leia mais sobre: assassinatos

    Leia tudo sobre: méxico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG