Três civis morreram e outros três ficaram feridos em consequência da explosão neste domingo de uma mina colocada por rebeldes cudos no sudeste do país.

As vítimas estavam a bordo de um furgão que circulava perto da cidade de Alan, na província de Hakkari (nos confins turcos na fronteira como Irã e o Iraque), quando o veículo passou por cima do artefato.

Na sexta, três soldados morreram na explosão de outra mina, na província vizinha de Sirnak.

Os rebeldes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK, separatistas curdos), considerada uma organização terrorista pela Turquia, Estados Unidos e União Européia, recorrem ao uso de minas ativadas à distância em seus ataques contra as forças de segurança turcas.

str-nc/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.