Três chineses são detidos por estupro de 19 menores

Xangai - Um dono de bar, um ex-funcionário e um menor de idade foram detidos na China acusados do estupro de 19 meninas na província chinesa de Zhejiang (leste).

EFE |

As investigações da Polícia começaram a desentranhar uma trama que foi revelada em fevereiro, e na qual poderiam estar envolvidas mais de 40 alunas de uma mesma escola, indica hoje o jornal "Shanghai Daily".

Uma professora da escola de ensino médio da cidade de Bihu, província de Zhejiang, foi há pouco mais de dois à Polícia para denunciar que uma menina de 13 anos afirmava ter sido violada por Chen Weijun, o dono de um karaokê da localidade.

Segundo o diário "Oriental Morning Post", o proprietário do bar convidou a menor e duas de suas colegas para entrar em seu carro.

Ele então as levou a uma área afastada, onde fez com que as outras duas meninas descessem do veículo e estuprou a menor, assinala o jornal.

A Polícia deteve Chen e He Guobing, um ex-funcionário que foi denunciado por outra das menores estupradas, além de uma menina da mesma escola que supostamente ajudava os dois a encontrar suas vítimas.

A menor envolvida pode ter recebido cerca de 5 mil iuanes (US$ 732) em dinheiro e presentes de Chen desde 2007, segundo o diário independente "South China Morning Post".

Leia mais sobre: estupro

    Leia tudo sobre: estupro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG