Três britânicos e um colombiano da Shell sequestrados no sul da Nigéria

Três britânicos e um colombiano sequestrados nesta terça-feira pela manhã no sul da Nigéria, a região petroleira do país africano.

AFP |

Os quatro foram sequestrados perto de Port Harcourt, capital do estado de Rivers. Segundo uma porta-voz da polícia, Rita Abbey, o policial que os escoltava morreu na emboscada e o motorista ficou ferido.

Todos trabalhavam num projeto de gás da multinacional Shell, segundo confirmou a companhia, que está cooperando com as autoridades para obter a libertação dos funcionários.

Até o momento, nenhum grupo reivindicou o sequestro.

O último sequestro de trabalhadores estrangeiros no sul da Nigéria remonta a julho passado, quando o presidente Umaru Yar'adua propôs uma anistia aos grupos armados que operam no Delta do Níger para pôr fim à violência e aos sequestros.

Em outubro, o Movimento de Emancipação do Delta do Níger, principal gurpo armado do sul da Nigéria, decretou cessar-fogo por tempo indeterminado para promover a paz e o diálogo com o governo.

O movimento foi responsável pela queda de um terço da produção petroleira da Nigéria por causa das ações que empreendeu desde 2006.

A ausência por motivos de doença do presidente nigeriano há um mês e meio poderia, segundo vários analistas, reativar a violência na regiao, já que o processo de anistia se encontra em ponto morto.

Yar'Adua afirmou nesta terça que está melhor, em uma entrevista à rádio britânica BBC, em sua primeira intervenção pública desde a internação em 23 de novembro na Arábia Saudita por problemas cardíacos.

"Estou melhor graças ao tratamento. Espero que em breve aconteçam grandes progressos, o que me permitirá voltar" (a Nigéria), declarou, sem revelar mais detalhes.

Yar'Adua, 58 anos, que tem problemas de saúde há vários anos, está hospitalizado em Jidá.

Desde a internação em 23 de novembro, não havia se manifestado publicamente e nenhuma imagem foi divulgada até o momento, o que gerou boatos, inclusive de morte.

sn-jlh/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG