Três bombeiros morrem em incêndio causado por um raio na Rússia

Moscou, 24 ago (EFE).- Três bombeiros morreram e outros cinco ficaram feridos na Sibéria ocidental durante os trabalhos de extinção de um incêndio em depósitos de petróleo por causa de um raio, informaram hoje as autoridades locais.

EFE |

A Procuradoria da região autônoma de Khanty-Mansiysk indicou, em comunicado, que o incêndio, controlado hoje, causou a morte de três bombeiros e desmentiu a morte de um quarto, anunciada por alguns meios de comunicação, ao precisar que está hospitalizado com graves queimaduras.

"A informação sobre a morte de outro bombeiro no hospital é errônea. Ele está em estado muito grave, mas está vivo", disse Oleg Menshikh, representante do departamento de instrução da Procuradoria, à agência "Interfax".

O fogo começou no sábado nos depósitos da estação de petróleo siberiana Kanda, devido ao impacto de um raio, segundo um relatório preliminar do Ministério de Situações de Emergência da Rússia.

No total, as chamas tinham se espalhado para cinco depósitos, com um volume de 20 mil metros cúbicos de petróleo cada, e a explosão de um deles atingiu e destruiu dois veículos de bombeiros, segundo as agências russas.

Uma equipe de promotores está no local para investigar as circunstâncias do incêndio. EFE si/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG