Três atentados no Iraque deixam 46 pessoas mortas

BAGDÁ - Pelo menos 46 pessoas morreram e outras 217 ficaram feridas nesta segunda-feira em dois atentados ocorridos em Bagdá e um terceiro perpetrado em Mossul, a 400 quilômetros ao norte de Bagdá, informaram fontes policiais.

Redação com agências internacionais |

As fontes explicaram que 30 pessoas perderam a vida e 135 ficaram feridas em um duplo atentado realizado com dois caminhões carregados de explosivos perto de uma mesquita xiita da localidade de Jazna, 20 quilômetros ao nordeste de Mossul.

A intensidade da explosão provocou o desabamento de 40 casas, segundo relataram as fontes, que disseram que as equipes de resgate continuam buscando vítimas entre os escombros.

Reuters

Soldado vasculha área atingida por atentados

Em Bagdá, a explosão de dois carros-bomba em dois bairros da cidade no começo da manhã causou a morte de 16 pessoas e ferimentos em outras 82.

Na primeira explosão, ocorrida na região de maioria xiita de Amel, sete pessoas morreram por causa da explosão de um carro-bomba situado em um lugar onde todas as manhãs costumam se concentrar operários na busca de trabalho. Outros 46 civis ficaram feridos neste atentado perpetrado no sudoeste da capital iraquiana.

A explosão de um segundo veículo carregado de explosivos no bairro Al Shurta, também de maioria xiita, tirou a vida de 9 pessoas e feriu outras 36 que iam para seus trabalhos.

Alvos xiitas

Na sexta-feira passada, 36 pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas pela explosão de um carro-bomba colocado em frente a um centro religioso xiita perto da cidade de Mossul.

A explosão foi dirigida contra o centro religioso Huseinia de xiitas turcomanos situado na localidade de Slijan, ao norte de Mossul, e aconteceu quando os fiéis saíam da tradicional oração das sextas-feiras.

Esta alta da violência, o maior desde a retirada das tropas americanas das cidades do Iraque no dia 30 de junho, faz temer o retorno da violência sectária, que entre 2006 e 2007 esteve a ponto de arrastar o país para uma guerra civil.

Leia mais sobre: Iraque

    Leia tudo sobre: atentadoatentadosiraqueterrorismo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG