atingiu o Haiti na manhã desta quarta-feira podem se estender por semanas ou até meses. É o que afirma Michael Blanpied, coordenador de um programa sobre riscos de terremotos do Instituto Geológico americano (USGS, na sigla em inglês)." / atingiu o Haiti na manhã desta quarta-feira podem se estender por semanas ou até meses. É o que afirma Michael Blanpied, coordenador de um programa sobre riscos de terremotos do Instituto Geológico americano (USGS, na sigla em inglês)." /

Tremores no Haiti podem continuar por meses, alerta especialista

Tremores como o que http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2010/01/20/novo+terremoto+atinge+o+haiti+9370054.html target=_topatingiu o Haiti na manhã desta quarta-feira podem se estender por semanas ou até meses. É o que afirma Michael Blanpied, coordenador de um programa sobre riscos de terremotos do Instituto Geológico americano (USGS, na sigla em inglês).

Fred Raposo, iG Brasília |

O especialista explica que a probabilidade de ocorrer um novo terremoto como o primeiro, que há uma semana despedaçou a capital haitiana, é pequena, mas que abalos sísmicos secundários são comuns.

"Acontece, às vezes, de um grande terremoto ser seguido por outro grande terremoto, acionado pelo primeiro. Achamos que esses abalos secundários possam continuar por semanas ou meses. É bom que as pessoas estejam cientes", disse Blanpied em entrevista ontem ao site do USGS.

De acordo com o especialista, só na manhã da última terça-feira aconteceram entre "60 a 65 abalos secundários de magnitude 4,5, sendo 13 de magnitude 5 ou maior" no país caribenho. Blanpied avalia que a chance de acontecer um novo terremoto de 7 graus na escala Richter "é baixa, mas não zero".

"Ainda estamos estudando a extensão dos danos", acrescenta.

O novo abalo, de 6,1 graus , foi registrado por volta das 6h desta quarta-feira (9h no horário de Brasília) e derrubou edifícios cuja estrutura estaria comprometida pelo tremor da semana passada.

Veja também:

Leia mais sobre terremoto

    Leia tudo sobre: haiti

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG