Tremores elevam nível de alerta em vulcão na Colômbia

Bogotá, 14 abr (EFE).- O nível de alerta do vulcão Nevado del Huila, no sul da Colômbia, foi elevado hoje pelo Instituto Colombiano de Geologia e Mineração (Ingeominas) por causa da constante emissão de cinzas e do aumento da atividade sísmica.

EFE |

Segundo um comunicado do Ingeominas, ocorreram nas últimas horas um total de 1.216 tremores no interior do vulcão, atividade que pode estar relacionada à constante emissão de cinzas.

"Nesta semana se registrou um total de 1.216 eventos sísmicos.

Deles, 68 estiveram relacionados com fraturamento de rocha, 1.146 com a dinâmica de fluidos dentro dos condutos vulcânicos e 2 eventos híbridos", detalhou.

Essa situação levou o Instituto a elevar o nível de alerta para amarelo, o que significa "o vulcão está acima do patamar base e que o processo é instável, podendo evoluir, aumentando ou diminuindo esses níveis".

Perante essa situação, os organismos de socorro mantiveram o estado de alerta nos municípios de Paicol, La Plata, Nátaga e Tessália, localizados na zona de alto risco ou às margens do rio Las Ceibas, no departamento de Huila, bem como nas povoações de Belalcázar e Inzá, às margens do rio Cauca. EFE fer/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG