Tremor mata 400 na China e destrói casas no planalto do Tibete

Por Lucy Hornby e Yu Le PEQUIM (Reuters) - Um forte terremoto destruiu centenas de casas e algumas escolas nas montanhas remotas do Tibete, no sudoeste da China, na quarta-feira, e deixou ao menos 400 mortos e milhares de feridos.

Reuters |

Militares foram enviados à região de Yushu, na Província de Qinghai.

"Eu vejo pessoas feridas por todos os lados. O maior problema é que não temos barracas, material médico, medicamentos, nem profissionais de saúde", disse um porta-voz do governo local à agência de notícias Xinhua.

Mais de 10.000 pessoas ficaram feridas e milhares estão desabrigadas, enfrentando temperaturas baixas.

Foram registrados na região vários tremores e réplicas.

O principal terremoto de magnitude 6,9 teve seu epicentro nas montanhas que dividem a Província de Qinghai da região autônoma do Tibete.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG