Tremor de 4,9 graus atinge região devastada por terremoto na Itália

Roma, 14 abr (EFE).- Um terremoto de 4,9 graus de magnitude na escala Richter causou pânico esta noite entre os moradores da região de Abruzzo, centro da Itália, na qual têm sido registrados tremores constantes nas últimas horas.

EFE |

O Instituto Nacional de Geologia e Vulcanologia da Itália (INGV) informou que, às 23h14 (18h14 de Brasília) desta segunda-feira, uma semana após o terremoto que deixou mais de 290 mortos, um tremor de 4,9 graus na escala Richter foi registrado com epicentro entre as localidades de Capitignano, Campotosto, Pizzoli e Barete.

O tremor, uma das réplicas de maior magnitude desde o grande terremoto de 5,8 graus que atingiu Abruzzo no dia 6, foi sentido também nas regiões de As Marcas, Úmbria e Lácio, chegando à capital, Roma.

Este não foi o único terremoto registrado nas últimas horas, pois outro de magnitude 3 na escala Richter afetou o centro do país às 22h08 (17h08 de Brasília) desta segunda-feira. O epicentro do abalo foi situado cerca de 3 quilômetros ao noroeste de L'Aquila, a capital de Abruzzo, e a 10,5 quilômetros de profundidade.

Pouco antes, às 21h17 (16h17 de Brasília), o INGV registrou um tremor de 3,5 graus no centro do país, que seguiu um observado às 21h09 (16h09 de Brasília), de 3,8 graus na escala Richter e cujo epicentro foi situado próximo às localidades de L'Aquila, Lucoli e Scoppito.

Por enquanto, os serviços de Defesa Civil italiano, que receberam esta noite várias ligações de Roma para advertir do terremoto de maior magnitude, não têm informações sobre danos ou vítimas. EFE mcs/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG