Roma - Um terremoto de 3,8 graus na escala Richter foi registrado hoje na região de Abruzzo, no centro da Itália, onde a terra não para de tremer desde que, em 6 de abril, um grande tremor matou 295 pessoas.

Segundo o Instituto de Geologia e Vulcanologia da Itália (INGV), o terremoto deste sábado aconteceu às 11h05 (6h05 de Brasília), e seu epicentro foi localizado no distrito sísmico de Gran Sasso, também em Abruzzo.

Ontem, às 14h38 (9h38 de Brasília), um tremor de 2,4 graus na escala Richter já tinha sacudido a região, da qual aproximadamente 58 mil pessoas foram retiradas.

Apesar de a terra não parar de tremer, as vistorias nos edifícios afetados pelos terremotos em Abruzzo continuam. Até o momento, técnicos já visitaram cerca de 4,3 mil construções.

Dos prédios vistoriados, 57% foram considerados habitáveis, 20% terão que passar por pequenos reparos, 3% estão parcialmente inabitáveis e 2% foram declarados temporariamente inabitáveis e terão que ser submetidos a análises mais detalhadas.

Já os edifícios restantes são totalmente inabitáveis, segundo as visitas feitas por 495 equipes de reconhecimento.

Leia mais sobre terremoto

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.