Trem-bala descarrila na China

Segundo agência de notícias oficiais, dois vagões caíram em rio; acidente deixou ao menos 32 mortos

iG São Paulo |

AP
Equipes de resgate e civis trabalham para ajudar passageiros em destroços de trem que descarrilou em Wenzhou, no leste da China
Um trem-bala descarrilou neste sábado no leste da China, informou a agência de notícias oficial Xinhua, afirmando que dois vagões caíram num rio, deixando ao menos 32 mortos. Além disso, mais de 100 vítimas foram encaminhadas a hospitais.

O acidente ocorreu em uma ponte perto da cidade de Wenzhou depois que o primeiro trem ficou sem energia - possivelmente após ser atingido por um raio. O trem-bala que vinha em seguida colidiu com ele, reportou a agência. O trem, que fazia o percurso entre Hangzhou e Wenzhou, descarrilou na Província de Zhejiang, no leste do país, às 20h30 (9h30 em Brasília), segundo a agência.

A China está investindo milhares de milhões de dólares na construção de malha ferroviária de alta velocidade. Recentemente, em 30 de junho, o primeiro-ministro chinês Wen Jiabao havia inaugurado oficialmente uma linha de alta velocidade, com custo avaliado em US$ 33 bilhões, entre Pequim e Xangai.

Os grandes investimentos transformaram o setor em foco de corrupção. Segundo uma auditoria estatal, pessoas ligadas à direção das construtoras desfalcaram no ano passado 187 milhões de iuanes (US$ 29 milhões) na linha projetada entre Pequim e Xangai.

A principal linha ferroviária de alta velocidade, a Pequim-Xangai, que foi aberta no início deste mês, tem sido afetada por falta de energia, deixando os passageiros retidos por horas em trens abafados em pelo menos três vezes desde que foi aberta.

A ligação Pequim-Xangai é a parte mais recente e festejada de uma rede que o governo espera ampliar para mais de 45.000 quilômetros até o final de 2015.

*Com AFP e Reuters

    Leia tudo sobre: chinatrem-baladescarrilamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG