Trem é desbloqueado no Canal da Mancha, mas serviço segue parado

Paris, 7 jan (EFE).- A Eurostar, que opera os trens que circulam no túnel submarino do Canal da Mancha, entre Paris e Londres, desbloqueou o comboio que tinha ficado parado hoje no túnel, mas não restabeleceu o serviço, informaram à Agência Efe fontes do Eurotunnel.

EFE |

O trem, que fazia o trajeto entre Bruxelas e Londres, ficou bloqueado no túnel por volta de duas horas e meia, devido a um problema "de tração", mas já foi rebocado até a estação britânica de Ashford.

Em seu site, a Eurostar avisa aos passageiros que, devido às más condições meteorológicas, "certos serviços podem ser atrasados ou cancelados nos próximos dias", e recomendam que os passageiros mudem a data da passagem, exceto se o deslocamento for "indispensável".

As mesmas fontes precisaram que, apesar de não ser possível estabelecer que a avaria que bloqueou o trem sob o canal esteja relacionada aos problemas em vários trens por causa de um temporal no final de dezembro passado, tanto no mês passado quanto agora houve fortes precipitações em forma de neve.

A ferrovia que liga Paris, Londres e Bruxelas teve graves problemas no final de dezembro passado, quando vários trens apresentaram defeitos durante um temporal e mais de 2 mil pessoas ficaram presas durante uma noite nos vagões dentro desse túnel submarino.

O serviço levou vários dias para voltar a funcionar, e o próprio presidente da França, Nicolas Sarkozy, exigiu que fosse restabelecido.

Os passageiros reclamaram então da falta de informação, e a Eurostar aceitou indenizá-los com compensações financeiras, devoluções do valor das passagens e viagens gratuitas. EFE jaf/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG