Trem com até 700 passageiros é sequestrado por maoístas na Índia

Nova Délhi, 22 abr (EFE).- Um grupo de supostos guerrilheiros maoístas sequestrou hoje um trem com até 700 passageiros no estado de Jharkhand, no norte da Índia, às vésperas da segunda fase das eleições indianas, informou a Polícia local.

EFE |

O sequestro aconteceu no distrito de Latehar, quando o trem se encontrava parado na estação de Hehegada.

As primeiras informações diziam que aproximadamente 70 pessoas estavam no trem, mas o vice-comissário local, Sarvendu Tathagat, informou que até 700 passageiros poderiam estar a bordo.

"Os maoístas pararam o trem esta manhã e assumiram seu controle", explicou a fonte.

"O trem, com nove vagões, está cheio. Cada vagão tem entre 70 e 80 passageiros, e havia até mesmo gente viajando de pé", acrescentou a oficial de ferrovias Amerendra Das, que assegurou que os viajantes "estão a salvo e não sofreram ferimentos".

Outra fonte policial citada pela agência "Ians" cifrou em 200 o número de maoístas sequestraram o trem, que teria cerca de 400 passageiros.

A "Ians" acrescentou que as autoridades ordenaram o desdobramento de três helicópteros para vigiar o trem antes de iniciar uma operação de resgate.

A guerrilha maoísta protagoniza desde ontem à noite várias ações violentas no marco de sua campanha de boicote eleitoral em Jharkhand e na vizinha região de Bihar. EFE daa/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG